Site menu:

Hospedagem Gratuíta com Qualidade!

Free Web Hosting with Website Builder

CaravaggioRetrato de Caravaggio por Ottavio leoni

Michelangelo Merisi da Caravaggio
29 de Setembro de 1571 – 18 de Julho de 1610

Artista Italiano muito atuante em Roma, Nápoles, Malta e Sicília entre 1593 e 1610. Ele é o primeiro grande resentante da arte  Barroca.

Caravaggio era considerado uma pessoa enigmática, fascinante, e perigosa. Surgiu na cena da arte romana em 1600, e depois disso nunca lhe faltaram comissões ou patronos, porém ele não soube lidar muito bem com o sucesso. Uma nota publicada sobre ele, datada de 1604 descreve seu estilo de vida uns três anos antes, como sendo um enquencreiro "após uma quinzena de trabalho, ele irá vagar por um mês ou dois com uma espada a seu lado e um servo o seguindo, de um salão de baile para outro, sempre pronto para se envolver em uma luta ou discussão, de tal maneira que é bastante torpe acompanhá-lo." (Floris Claes van Dijk, contemporâneo de Caravaggio em Roma em 1601). Fugiu de Roma após matar um jovem durante uma luta em 1606 quando sua cabeça fora colocada á prêmio. Em Malta, em 1608, ele envolveu-se em outra luta, e mais outra em Nápoles em 1609, possivelmente um atentado premeditado contra sua vida por inimigos nunca identificados. No ano seguinte, após uma carreira de pouco mais do que uma década, ele estava morto.Cesta de Frutas

Caravaggio tomava emprestada a imagem de pessoas comuns das ruas de Roma para retratar Maria e os apóstolos. Talvez tenha sido um dos primeiros artistas a saber conciliar a arte com o ministério de Jesus que aconteceu exatamente entre pescadores, lavradores e prostitutas.

Caravaggio levou este princípio estético às últimas consequências, a ponto de ter sido acusado de usar o corpo de uma prostituta fisgada morta do rio Tibre para pintar a Morte da Virgem.

Esta foi uma das duas mais importantes características das suas pinturas: retratar o aspecto mundano dos eventos bíblicos usando o povo comum das ruas de Roma.

A outra característica marcante foi a dimensão e impacto realista que ele deu aos seus quadros ao usar um fundo sempre raso, obscuro, muitas vezes totalmente negro e agrupar a cena em primeiro plano com focos intenso de luz sobre os detalhes, geralmente os rostos. Este uso de sombras e luz é uma das coisas mais marcantes em seus quadros que de certa forma nos atrai para dentro da cena como fica bem demonstrado pela Ceia na Casa de Emmaus. Os efeitos de iluminação que Caravaggio criou recebeu um nome específio de tenebrismo.

Voltar para Grandes Mestres